DAILY BIBLE READING
Read today's >

LIDERANÇA DE JESUS

Samuel vs. Saul

"Ser um líder" é resultado de um relacionamento com Deus e com o povo de Deus.

7/5/2006

Em paises por todo o mundo, temos todos feito um erro muito grave sobre liderança na Igreja. Em muitos lugares a pessoa que estuda a Bíblia no seminário ou instituto bíblico, ou a pessoa que é bem sucedida nos negócios ou que fala bem vai ser a pessoa que se torna o líder ou o “pastor”. Temos visto na Índia e em outros paises, muitas vezes, que a pessoa que tem uma bicicleta e sabe ler é escolhida para ser o líder. Isto não é como Deus faz! A liderança de Deus não é baseada em quem consegue ler, ou quem sabe mais, ou quem consegue falar melhor, ou quem tem a melhor experiência de negócios, ou aquele que é mais rico, educado, ou mesmo aquele que é charmoso ou tem uma boa aparência ou que tem uma bicicleta.

Deixe-me descrever para você dois lideres muito diferentes um do outro. Um é um líder de coração, resultado de um relacionamento atual com Deus. O outro é um líder por posição que talvez tenha um título e possivelmente seja “líder oficial” à frente, o patrão oficial. Jesus disse que liderança posicional não deveria existir. Os líderes da Igreja são aqueles que estão andando o mais próximo de Deus HOJE. Se um irmão ou irmã não está andando próximo de Deus hoje, talvez não seja considerado muito como um líder. Se alguém semana passada talvez não estivesse tão perto de Deus, mas arrependeu-se do pecado em sua vida e agora é mais capaz de ouvir Deus, ele é mais como um líder essa semana do que era semana passada. “Ser um líder” é resultado de um relacionamento com Deus e com o povo de Deus. Não é por causa de título ou de posição. Temos muitos líderes na cidade onde moro, mas não temos “oficiais”. Um líder essa semana talvez não esteja um na próxima semana. Jesus disse que toda autoridade no céu e na terra pertence a ELE. Isso ainda é verdade. Então, o tanto quanto podemos ouvir Jesus, a quem pertence toda autoridade, vai ser o mesmo tanto de autoridade que alguém tem—somente o tanto que ele dá ouvidos a Jesus. Ponto final. Jesus disse que “toda autoridade no céu e na terra” pertence a ELE. Uma pessoa que não conhece ou obedece a Jesus somente pode ser um líder alegórico. Talvez precise-se obedecer de acordo com a consciência tal pessoa se ela tiver uma “posição”, mas realmente só é “líder” conforme conheça, ame e obedeça ao Cabeça, Jesus.

Na Bíblia encontramos um exemplo desses dois tipos de líderes que são muito diferentes um do outro. Os dois, Samuel e Saul, eram líderes do povo de Deus, Israel. Samuel era um homem de Deus que tinha influência em toda uma nação porque conhecia Deus. Samuel teve muitas das qualidades de um rei em Israelmas Samuel não era um rei! Entretanto, Saul foi chamado de rei. Israel queria ter um reiqueria ter um homem sendo o patrão. Eles queriam alguém para tomar o lugar de Samuel, e queiram um “rei” como as nações ao seu redor tinham. De alguma forma a liderança pode aparentar ser similar, mas Samuel não tinha uma “posição” de autoridade. Samuel tinha o seu relacionamento com Deus como base, e Saul tinha a sua posição/cargo como sendo base. Samuel não tinha nenhuma posição, casa pastoral, nem salário. Ele não foi nomeado para o “encargo” de rei. Samuel era simplesmente um homem de Deus que era respeitado tanto quanto um rei, mas não tinha nenhum cargo nem posição. Ele não era um rei. Ele não era um “pastor”. Simplesmente amava Deus de todo coração. E porque ouvia Deus, ele tinha influência. Ele não tinha nenhuma posição... ele tinha influência. Se um homem realmente conhece Deus, ele vai ajudar o povo de Deus. Se ele for chamado por Deus, ele ativamente ajudará as pessoas. Novamente direi: Um verdadeiro homem de Deus não tem nenhuma posição... ele tem influência. Jó, capitulo 29, é uma descrição de um homem respeitado por Deus e homens, e temido e odiado por satanás. Um homem assim não precisa de nenhum cargo, titulo ou salário. Se você for como Jesus, não precisará de nenhum “poder”.

Como um exemplo, se eu sou um marceneiro, eu trabalho com madeira. Faço cadeiras, mesas ou estantes de madeira sendo um marceneiro. Se eu sou um pedreiro, então eu faço coisas com tijolos e massa. Algo que eu faço de tijolos e massa é a prova de que eu sou pedreiro. Algo que eu faço de madeira é prova de que sou um marceneiro. Bem, na Bíblia a palavra “pastor” se refere ao dom de pastor, funcionando diariamente entre o povo de Deus entre outros donsnão como um chefe ou “cabeça falante” numa reunião. Onde está a prova de que eu sou um pastor? A prova é que eu amo o povo de Deus! Ajudo-os dia e noite. Não preciso de um cargo para fazer isso. Não preciso de um título. Não preciso ser o patrão. Eu simplesmente amo pessoas com o dom que tenho e ajudo-as. A prova de que sou marceneiro é a cadeira que fiz. A prova de que sou um pastor é que eu alimento o povo de Deus todos os dias, e eles estão mais próximos de Jesus por causa de mim. Quando vejo alguém que faz parte do povo de Deus com fome, isso parte meu coração. Quando vejo alguém que faz parte do povo de Deus com problemas ou em perigo, o coração de pastor dentro de mim corre atrás dele para protegê-lo. Isso é prova de que sou ungido por Deus para ser pastor. Não preciso de um crachá. Não preciso de um certificado pendurado na parede nem de um diploma de seminário. Preciso de um coração para amar e fazer o trabalho de Deus e então vou produzir fruto sobrenatural em qualquer área que Ele tenha me preparado.

Você é um marceneiro? Então, faça cadeiras. Você tem o dom de pastor? Então ame as pessoasdando-lhes comida, protegendo-as e ajudando-as. Isso se aplica para qualquer dom! A prova de qualquer dom é o fruto que produz.

Com certeza, o oposto de tudo isso também se aplica. É realmente impressionante o fato de que pagãos nas áreas de ciência, medicina e indústria exigem que pessoas com opiniões e críticas, que se dizem autoridades em assuntos, tenham algo para mostrar, algum fruto em suas próprias vidas que demonstre que elas têm o direito de pontificar ou lecionar ou condenar outros.

É incrível como no mundo religioso existe muito menos integridade do que até mesmo os pagãos demonstram. Na religião, infelizmente, as pessoas são frequentemente mais cegas e preconceituosas. Crítica, conhecimento, julgamentos, e até sabotagem de relacionamentos e calúnia fluem livremente daqueles com fruto horrível em suas vidas, famílias, e assembléias. Incrível, mas verdade, ao observar a religião do homem de perto e honestamente. Uma pessoa que faz tais coisas como mentir ou difamar ou age como autoridade em engenharia, medicina, ou negócios podem acabar sendo presos. Mas na religião ela pode facilmente juntar ouvintes entre os medrosos, ingênuos ou aqueles que podem ser coagidos, chantageados ou lisonjeados a submeter à máquina infrutífera e às “autoridades”. Estranho, mas verdade. Isso acontece muito porque é assim que impérios maus mantêm seus números. Medo e bajulação, fofoca, indiretas, calúnia ou chantagem emocional. Não é de surpreender, então, que Jesus não se deu bem no mundo religioso de Seus dias. Mas, podemos aprender com Ele e abraçar as Escrituras e procurar por Fruto, não rumores com segundas intenções, interesses escondidos, orçamentos e egos para proteger.

Bem, deu para entender. :)

aosseuspes.com
Portugues Languages icon
 Share icon