Como ser Unido à Igreja de Jesus

O preço da Pérola sempre será... tudo. Quanto que você realmente a quer? Vai exigir que derrame seu coração, alma, mente e força. Está disposto a Aprender a ser esvaziado de orgulho, medo, ambição mundana, preguiça, idolatria, e a cobiça da carne para ser unido à Igreja de Jesus? Numa expressão verdadeira de Vida diária de Jesus, haverá frequentemente um grande "choque cultural" para aqueles que tenham sido previamente enganados pela religião cultural, ao invés de Vida de Jesus expressa diariamente em Seu Povo. Quanto que a Pérola custa então, mais uma vez?

12/12/1989

Isto foi escrito principalmente para esclarecer alguns assuntos importantes para aqueles que têm expressado um interesse na Igreja de Jesus Cristo e o que constitui a Igreja que fazemos parte aqui nesta cidade (Indianápolis). Não seria necessário escrever uma explicação do que é “Igreja” se o mundo religioso de gerações passadas não tivesse perdido quase totalmente de vista vários assuntos importantíssimos.

Porque nós, os que usamos o Nome de Jesus, muitas vezes perdemos de vista para que a Igreja de Jesus Cristo é chamada e capacitada para ser? Deixe-nos sugerir o que temos visto em nossas próprias vidas e nos segmentos cristãos que participamos no passado (muitos de nós éramos líderes nesses lugares). O mundo religioso tem sido impotente e cheio de vida morna, pecado e falta de fruto por causa de pelo menos sete inimigos da Cruz e do Reinado Amoroso de Jesus:

2. Pouca intimidade verdadeira e comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Geralmente programas, “escolaridade”, regras, ou torcidas organizadas, têm tomado o lugar da amizade genuína que o nosso Pai, nosso Irmão Jesus, e “O Senhor que é o Espírito” anseiam ter com cada um de nós.

2. Uma ausência óbvia de vidas interligadas, “ajustadas e unidas pelo auxílio de todas as juntas”, como uma família; como um corpo vivo, onde a mão nunca iria dizer para o olho: “Não preciso de você até o próximo culto”. (1Co.12:21)

3. A cegueira que vem pelas tradições e por fazer as coisas com base em o que é “aceitável” aos homens, mas que anula a verdadeira e presente Cabeça, Jesus Cristo, na Sua Igreja.

4. Uma fome na terra da “viva e eficaz Palavra de Deus” (que deixa exposta e “julga os pensamentos e intenções do coração”). A maioria nunca encontra a Verdade de Jesus nesse nível, mas só são supridas com sermões e lições que instruem a mente ou tantalizam as emoções.

5. Pecado pessoal, não tratado, na congregação, em desobediência a Jesus e as Escrituras.

6. Uma definição defeituosa do que é uma “Igreja”, o que é um “Cristão”, e o que faz uma pessoa parte da Igreja de Jesus.

7. Qualificações humanas para “Liderança” na Igreja, o Reino de Deus. Muito do que temos elevado como “igrejas” são organizações sem fins, lucrativas; com pessoas extras e ordinárias. Deus está chamando com “um ressoar claro de trombeta” por homens de Deus, não oradores pagos, mestres de cerimônias, eruditos ou graduados em marketing.

Sem estas questões resolvidas pela graça de Deus, a “igreja” continuará a demonstrar o Evangelho que “realmente não é Evangelho”. Nosso Jesus merece melhor do que isso! Lembre-se da expressão da vida de Jesus fluindo do Seu Povo no primeiro século da Igreja; como eles balançaram o Império Romano e a situação religiosa do seu dia? Com homens e mulheres iguais a nós? Jesus terá essa Igreja gloriosa, vitoriosa, outra vez—com você (ou comigo), ou sem você (ou sem mim)! Ele fará para Si, um grande Nome!

(Ef 3:10,21; 5:27; 1Co 15:24-25; At 3:19-21; Rm 16:20; Ap 19:7; Ez 18:30-32, 20:9,22,44; 36:20-32; 37:1-14; 38:23; 39:7-8,23-29; Dn 9:17-19; 1Sm 12:20-23; Js 4:24; Sl 25:9-11; Is 48:11!)

Vamos todos nos voltar para a Palavra de Deus para entender o que é a Igreja do Deus Vivo, o que é um “Cristão” e o que é “Liderança”, tá bom? Por muito tempo temos definido estas coisas pelo que temos visto por gerações ao nosso redor. E, falando em termos gerais, quase tudo em nossa volta é uma “forma” de Catolicismo Romano retrabalhado ao invés do Reino do Cristo Vivo, “assim na terra, como no céu”. Para o nosso bem, a Verdade nestas áreas é muito, muito clara na Palavra de Deus. E para nosso encorajamento extra, Jesus viveu muito tempo atrás mostrando essas coisas como prova que pode ser feito e uma multidão de “homens iletrados e incultos” experimentaram verdadeira Vida dos céus, e, para o nosso bem, Deus pôs isso por escrito no livro de Atos. As únicas perguntas que restam são “Quando?”, não “Se” e “Será que você e eu vamos derramar os nossos corações, almas, mentes e força para fazer parte disso? Estaremos prontos para nos esvaziar do orgulho, medo, ambição mundana, preguiça, idolatria e desejos da carne para alcançar isso?” Pela Sua graça e minha vontade completamente submissa  pode contar comigo! E você? E agora…

Para aqueles que vão considerar fazer parte desta visão, propósito e organismo do Corpo de Cristo, a Igreja de Cristo, aqui (ou qualquer lugar, de acordo com a Palavra de Deus):

1. Primeiro, e todo inclusivo, todo aquele que se coloca como membro terá que ser “comprado pelo sangue do Cordeiro”. Coloque sua inteira confiança nesta verdade sendo que o sangue precioso do Cordeiro de Deus é a nossa única esperança. Mas, QUÃO GRANDIOSA ESPERANÇA! Nunca será algo que nós fazemos que vai persuadir a Deus de ignorar as nossas vidas egoístas e perversas. É o relacionamento que o Pai tem com Seu Filho Jesus, e a nossa Fé e Confiança em Sua obra que traz LIBERDADE aos cativos (que somos nós!). Agora, vá e viva no Caminho que demonstra sua gratidão a Ele. Responda ao Seu chamar: Arrepende-te e seja batizado em água (At 2:36-47, Mc 16:16, Gl 3:16-17, etc.). Fale ao mundo do Seu Amor e que Ele é Senhor (Rm 10:9-10; Mt 10:32). Se você é um Cristão, você tem encontrado um Jesus VIVO e tem declarado com seus lábios que Ele é seu Senhor daquele momento para frente, Aquele que faz as decisões e a prioridade do restante de sua vida (Lc 13:3, 14:33, 9:57-62). Você tem feito uma nova aliança com Jesus para deixar tudo no altar: suas ambições, materialismo, autodefesa, família ou emprego, ou idolatria de conhecimento, demandas carnais, lascívia, e tudo mais que não é de Cristo (Rm 12:1-2; 2Co 5:16-17; 7:9-11). É a sua completa vontade amar, honrar e obedecer absolutamente Jesus Cristo e a Palavra de Deus, com todo o seu coração (Mt 10:32-39; 1Jo 3:1-10; Lc 10:27-28). Estas coisas são a definição de um “Cristão” de acordo com o próprio Cristo (Lc 9:23-62; 13:3; 14:33).

A Igreja verdadeira de Jesus é só para Cristãos. E, obviamente, alguns irão alegremente estar nas proximidades, buscando a possibilidade de embarcar nessa Jornada conosco! Mas é claro que não há lugar para aqueles que estão fingindo. Se isso não representa o seu coração, por favor, nem pense em juntar-se a uma Igreja local  você só irá machucar a si mesmo e aos outros. Talvez você tenha sido enganado pela religião prevalecente de nossos dias que você é um Cristão. Para o seu próprio bem, por favor, verifique estes versículos e clame a Jesus. Ele é um amigo maravilhoso que quer te ajudar. Pela grandiosa misericórdia e graça de Deus todos nós estamos aprendendo a cada dia a andar Nele mais perfeitamente. Infelizmente, de vez em quando tropeçamos. Mas ainda a convicção em cada um dos nossos corações é a mesma, do “menor até o maior” e não só de um “núcleo de fiéis” (Jr 31:31-34; Hb 8:7-13; Mt 13:44). Cada um de nós está obviamente e irrefutavelmente faminto para ser tudo que Deus quer que sejamos sem desculpas. Isto não é para a “elite” ou alguém “espiritual”, mas a norma de Cristianismo. Quem disse? O Único que pode fazer as regras, Jesus Cristo. A reação de um Cristão, um discípulo de Jesus Cristo, até para o ensino ou repreensão mais difícil, é sempre de almejar e de amar a Verdade, não dando importância ao custo pessoal (2Ts 2:9-12; Mt 7:21-27). Isso é Crist-ianismo! Lembra-se da reação de até um cristão fraco para com a Palavra do Deus vivo? “Vejam o que esta tristeza segundo Deus produziu em vocês: que dedicação, que ansiedade, para estarem isentos de culpa, que indignação, que temor, que saudade, que preocupação, que desejo de ver justiça feita! Em tudo vocês se mostraram inocentes a esse respeito” (2Co 7:8-11). As pessoas para quem Paulo escreveu faziam parte de um grupo bem carnal na história da igreja no Novo Testamento. Mas até eles demonstraram claramente que: do “menor até o maior”, por definição, todo homem e mulher verdadeiramente regenerados (em outras palavras, todo verdadeiro Cristão) ouve e obedece a Palavra de Deus. Como eles claramente demonstraram, mesmo estando errado em muita coisa no início, um verdadeiro cristão SE ARREPENDE quando a Palavra de Deus é aplicada ao seu pecado. Eu gostaria de escrever aquela sentença de novo, mas talvez você pode simplesmente lê-la outra vez! Como Jesus ensinou: “Se não ouvem a Moisés e aos Profetas (a Palavra de Deus), tampouco se deixarão convencer, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos!” (Lc 16:31). TODAS as “ovelhas conhecem a voz do pastor”; “Todo aquele que é nascido de Deus não pratica o pecado, porque a semente de Deus permanece nele; ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus” (1Jo 3:9). Você está ansioso para “andar na luz como Ele está na luz” e para “VIVER para Aquele que morreu por você?” Se você quiser viver assim, então nos acompanhe nessa Jornada  é legal sair da teoria e entrar na própria Corte e Conselho e Propósitos do Deus Altíssimo! Se isto não te interessa, por favor, não use o nome de Jesus até que você tenha entregado a sua vida a Ele e tornado-se um Cristão. Ele quer redimi-lo e livrá-lo. Você dobrará o seu joelho para o Senhor da Glória?

2. Por ser verdadeiro o que está descrito acima para todos do nosso meio, “do menor até o maior” (Lc 13:24-30; Hb 8:7-13), você terá que saber isso: estamos jogando sério e para valer. Uma vez unido a uma verdadeira igreja qualquer de Jesus Cristo, você não pode flutuar para dentro e para fora, “ficar na sua” como um “cristão espiritual” isolado. O Pai da nossa Família em Cristo não chamou nenhum de nós para seguir o nosso próprio rumo ou “ministério”, independente da liderança e dos relacionamentos na expressão local da comunidade de Deus (“igreja”). Muitos líderes conhecidos têm descoberto, quando caíram em pecado, a sua própria necessidade de prestar contas e ter intimidade nos seus relacionamentos. A verdade é que ninguém pode ter o Cabeça (Jesus) sem estar intimamente “bem ajustado e consolidado” (Ef 4:11-17; Cl 2:19; Hb 3:12-14; Fp 2:1-5; 1Co 12) aos outros membros do “CORPO”, a Família de Deus que compartilha a vida diária junto. Sua participação não pode ser teórica como num “corpo universal de cristãos” tão pouco o seu relacionamento com o Jesus vivo pode ser teórico. Isto não é uma doutrina, mas é a própria essência da nossa existência aqui como vida corporativa de Jesus Cristo. “Com isto todos saberão que vocês são Meus discípulos”, que isso vem do CÉU e não é simplesmente uma filosofia de vida. Como? É pelo nosso amor (que é paciente, bondoso, não invejoso, não se vangloriaria, não se orgulha, não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor, não se alegra com injustiça, tudo protege, tudo crê, tudo espera, tudo suporta…! 1Co 13) que demonstramos um pelo outro. O mundo precisa ver a realidade da Vida corporativa de Jesus, não simplesmente nos ouvir falar sobre isso. Baseado em tudo isso (obrigado pela sua paciência, mas isto é essencial para comunicar de algum modo!), não vamos ser uma igreja social boazinha com um “culto-a-nós” de quarta e domingo. Mas, nós estamos nos unindo à intenção completa de Deus para a Sua Igreja. Os nossos olhos estão resolutamente fitos nisso “tornando, com mais e mais GLÓRIA, a habitação de DEUS no Espírito”, “a coluna e baluarte da Verdade”. Nós vamos, através de Sua Graça e Decreto, destruir as fortalezas da Serpente e as próprias “portas do inferno” (Ef 2:21-22; 2Co 3:16-4:7; Mt 16:18-19; 1Tm 3:15; 2Co 10:3-6; Rm 16:20).

Eu reconheço que isto provavelmente não é a sua experiência de “igreja” até este ponto, mas precisa ser daqui em diante. Até os “anjos anseiam observar” estas coisas e os demônios tremem de medo em ver à infinita sabedoria de nosso Deus (Ef 3:10; 6:12). Como que Ele poderia usar meros humanos como nós para publicamente humilhar os principados e potestades do mundo tenebroso e, nessa vida, trazê-los para a sua derrota final?! Os demônios odeiam isso, mas HÁ um HOMEM (At 7:55-56; 1Jo 4:3; 2Jo 7) no céu! E, pior ainda para eles, Ele é o primeiro de uma Raça inteiramente nova! (Fp 2:5-8; Hb 2:14,17-18; 4:15; Ef 3:10; 3:20; Cl 1:15-20,2:15; Ro 16:20; Js 10:24-25; Jo 14:12; Mt 6:18-19; 1Pe 1:12-13). O nosso Deus não somente derrotará a revolta odiosa de Satanás e seus discípulos, como também usará homens mortais, criados “um pouco abaixo dos anjos”, e os edificarão em Sua estatura e no Seu caráter e plenitude, para a vergonha do inimigo!

“A intenção dessa graça era que agora, mediante a igreja, a multiforme sabedoria de Deus se tornasse conhecida dos poderes e autoridades nas regiões celestiais”. (Efésios 3:10)

“…Edificarei a minha igreja e as portas do Hades não poderão vencê-la”. (Mateus 16:18)

Isso é o Coração e o Propósito de Deus. É também o seu propósito?… glorificar o seu Deus ao andar no Poder do Seu Espírito e, pela Fé, vencer o mundo e a sua escravidão? Você se comprometerá a ver “assim na TERRA como no céu” e dessa maneira “tendo servido ao Propósito de Deus em sua geração?” (Mt 6:10; 16:19; At 13:36)

As minhas intenções aqui não são criar algum tipo de credo, mas deixar você saber que em qualquer Igreja da qual Deus se regozijar, as coisas não vão se resumir em torno de uma ou duas reuniões durante a semana e algumas programações bem organizadas. Satanás é devastado e humilhado somente na expressão diária da Vida, Koinonia e amor sacrificial. Ele é derrotado só por aqueles que estão verdadeiramente tomando as suas cruzes diariamente pelos irmãos. (Cruzes nunca são “tomadas” num vácuo. Elas são tomadas sempre em favor de outros.) Se somos Seus Seguidores, essas são as cruzes que Jesus nos mandou tomar: amor inexplicável pelos irmãos e irmãs e pelos outros, assolando o adversário. Você irá descobrir então, que a Igreja que está derrotando satanás é aquela que as pessoas estão claramente “devotadas umas as outras, todos os dias, em lugares públicos e de casa em casa”. Todos estarão “dedicados ao ensino, e à comunhão” (“tendo tudo em comum”) como expressões do coração  em simples obediência para os ensinos e Espírito de Jesus. Esta Vida em Cristo não é legislada, mas também não é teórica e invisível. O Povo de Deus é totalmente devotado ao “compartilhar o pão e à oração”. É na realidade que congregamos continuamente como uma Família de Deus para compartilhar Vida. Nós “servimos uns aos outros”, realmente e “levamos as cargas uns dos outros, e assim cumprimos a Lei de Cristo”. Nós “confessamos nossos pecados uns aos outros” como Deus tem claramente nos instruído que seria a norma da Sua igreja. Certamente este tipo de Igreja seria um lugar desconfortável para alguém que não almeja “andar na Luz assim como Ele está na Luz”, não seria? Ananias e Safira descobriam isso quando entraram em contato com a Igreja de Deus, cheia da Glória de Deus. “Quem pratica o mal, odeia a Luz e não se aproxima da Luz, temendo que as suas obras sejam manifestadas. Mas quem pratica a Verdade vem para a Luz, para que se veja claramente que as suas obras são realizadas por intermédio de Deus” (Hb 3:12-14, 4:12-13; Jo 3:19-21; 1Jo 1:5-10, 3:1-10; 1Co 5:1-8; 2Ts 2:11-12). O Povo de Deus anseia a transparência, honestidade e liberdade desse tipo de Igreja (mesmo que é algo que traz temor)! Você consegue ver a si mesmo vivendo o que está escrito acima em realidade?

3. É muito claro na Palavra de Deus que, se você é um Cristão, Deus tem te chamado para um lugar especial de servir no Seu Reino. Com certeza, Ele te deu um Dom sem par para contribuir com a edificação do Seu Corpo, bem como para cada um de Seus filhos. Nosso Deus constrói com “Pedras Vivas”, não com “blocos” todos uniformes e clonados, como os Babilônios fazem (Gn 11). Nós fomos chamados para celebrar a singularidade de cada um na Igreja e as várias formas dos dons. Nunca deve ter o som contaminador da talhadeira de homens na corte do templo. É nossa perda se exigimos o “caminho fácil” de tentar que todos os membros do corpo tenham a mesma função, personalidade, chamada ou perspectiva. Enquanto amamos e apreciamos a verdade acima nas Igrejas de Jesus, é também válido dizer que provavelmente vai haver um período de tempo antes de você exercer algum tipo de liderança em qualquer Igreja de Jesus que você quer fazer parte. É óbvio que muitas organizações religiosas de hoje estariam alegres em lhe “dar um emprego” rapidamente para engrandecer seu ego e fazer com que você não vá para outro lugar. Deus, por outro lado, disse: “Não se precipite em impor as mãos sobre ninguém”, “Devem ser primeiramente experimentados,” “Mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom”. Na Igreja de Jesus Cristo, somente um homem que é provado e visivelmente “cheio do Espírito e de Sabedoria” pode ser útil na Igreja ao ser responsável em “servir às mesas”! A palavra chave é “visivelmente”, como era o requerimento na Igreja que estava andando sob a autoridade que esta na Bíblia (Atos 6).

Se uma pessoa não tem nenhuma autoridade no mundo invisível e no próprio inferno, ele vai falhar e ao mesmo tempo machucará outros por estar numa posição de responsabilidade antes do seu tempo (Atos 6:3-7, 19:13-17; 1Ts 2:4; Rm 10:15; 1Sm 10:6-7; Ez 44:7-9; 1Rs 13:33-34; Sl 78:72; 1Cr 15:13). Então, a Igreja aqui, ou qualquer um que você procura fazer parte, não é um novo palco para você, ou qualquer outro subir. Um irmão colocou dessa forma sobre os seus dias anteriores quando ele explicava a sua doutrina, os tipos e ilustrações: “ninguém ficou impressionado!” “A VIDA tornou-se a Luz dos homens.” A noiva de Jesus, Sua Igreja, não é um palco para exibir vocabulário espiritual superior, “conhecimento” ou experiências. É um lugar para expressar Sua Vida, onde um preço precisa ser pago para resgatar outros. Em outras palavras, tente manter um freio na sua língua durante os encontros, em grupos pequenos ou em situações particulares, a não ser que esteja convicto que está realmente falando o que Deus quer que você fale. Por favor, não “enterre seu talento”, mas por outro lado, parece necessário fazer menção disso. Isso tem sido, no decorrer do tempo, uma cilada comum que satanás tem usado para alguns caírem. Alguns provaram pelas suas ações que não estavam interessados em servir, amar e “considerar cada um os outros superiores a si mesmo”. Estas pessoas iriam negar isso, mas o fruto de suas ações é que procuram promover si mesmas e pensam que estão fazendo Deus e todo mundo um grande favor em montar seu cavalo branco para salvar a pátria. Não faça parte desta categoria, tá bom? Dito de outra maneira: se alguém esta verdadeiramente andando na Luz, isso será facilmente visto por todos. Não será através do seu conhecimento ou experiência que sua “espiritualidade” será vista, mas pela sua humildade, seu coração manso, e pelo seu tangível e mensurável serviço e preocupação pelos outros. Resumindo, isso leva tempo. Você não tem nada para provar a Deus ou para os homens exceto sua dívida de amor. “Pelos seus frutos o reconhecerão”… é assim que discerne onde a vida da pessoa realmente está de acordo com o nosso Senhor (não é por seu conhecimento ou idade, realizações prévias ou qualquer coisa externa [Gl 2:6]). Isso demora um pouco de tempo para ser evidenciado em sua vida, então seja paciente e humilde em amor a Jesus e com Seu povo aqui. Obrigado.

4. Mais uma palavra sobre a natureza da Igreja que o nosso Senhor trouxe do Céu até nós. Os pensamentos que seguem são sobre como nós, o povo de Deus, devemos nos relacionar um com o outro e como devemos dar prosseguimento ao trabalho do Reino de Deus. Está Pronto? A mesma natureza carnal que tragicamente deu luz a Ismael nesse mundo, também anseia ter um programa ou algum tipo de “muleta” para nos ajudar “fazer a vontade de Deus”. Engraçado é que a Igreja que Jesus fundou nunca foi e não é assim. A Igreja tem as suas raízes na maneira que Jesus passou Verdade e Vida a seus primeiros discípulos e como esse compartilhar de Vida continuou no livro de Atos. Nenhum estudo detalhado da Bíblia tem mostrado Jesus ou os Apóstolos ou qualquer homem de Deus no Novo Testamento se apoiando nos “recursos” feitos por homens que temos hoje. Você não vai encontrar se quer uma referência de montar programas para “crescimento”, “benevolência”, “escola dominical” e “cultos de louvor” (como conhecemos hoje) em nenhuma das cartas dos Apóstolos para as Igrejas novas da sua época que precisava de direção. Não existia “visitas pastorais”, “treinamento de líderes”, ou “discipulado” por meio de pessoas designadas para policiá-las à maturidade. Até com 20.000 “membros”, que é o número provável da Igreja em Jerusalém, eles não usaram estas “muletas” externas.

Parece que o mundo religioso adota os métodos de uma corporação financeira (alguns do tipo executivo e marketing da IBM e outros do tipo em pirâmide como da Amway) para tentar alcançar os objetivos de Deus. Também parece óbvio depois de centenas de anos de falta de maturidade e poder na igreja que os sistemas e programas não são a maneira de Deus operar. (E lembre-se que, assim como em qualquer esporte, o “crescimento” e o entusiasmo podem ser criados mesmo com o fato que Deus não o endossou  veja Gênesis 11:1-7). Lembre-se do que o Espírito Santo falou através do nosso irmão Paulo: “Será que vocês são tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, querem agora se aperfeiçoar pelo sarx? (esforço próprio, feito pelo homem, “racional”, natural, meios e esforços puramente humanos)?” (Gl 3:3, 4:29-30; 2Co 10:4). Será que a “escola dominical”, uma inovação do século dezenove, que hoje se tornou praxe, produz jovens “espirituais?” A evidência diz: “de jeito nenhum!”

Eu só menciono tudo isso para que fique sabendo, de antemão, que não temos nada disso na Igreja aqui. Por que não? A Bíblia, a história e a nossa experiência mostram o fato que estas coisas bloqueiam a verdadeira Vida ao invés de promovê-la, como deveriam. Eis um desafio para a nossa natureza carnal que suscita todo tipo de temor, ambição ou impaciência em nossos corações: Se você simplesmente “viver a vida” na presença do Senhor e diariamente ter um propósito e relacionamentos verdadeiros com as Suas ovelhas, você terá suas verdadeiras necessidades satisfeitas. Tudo que Jesus deseja fazer em você  podar, instruir, equipar, alimentar, e cuidar de você e de sua família  será suprido de uma maneira que você e a sua família nunca imaginariam ser possível. Organizações precisam fazer seus negócios através de sistemas externos e hierarquia. Famílias não se apóiam em tais coisas.

5. Nós e toda Igreja dEle devemos, em obediência ao Fundador e à Cabeça dessa Igreja, remover do nosso meio aqueles que não irão se submeter à Palavra de Deus. É claro que não estou me referindo a um processo de eliminar aqueles que estão fracos e verdadeiramente “com fome e sede de justiça”, mas com as forças sugadas pelas pressões do mundo que precisam de ajuda para se firmarem. Eu estou me referindo àqueles que se defendem ou são desinteressados quando a Palavra do Senhor vem a eles. Tem algumas áreas que a Palavra de Deus menciona especificamente como pecados pelos quais devemos “expulsar um perverso do nosso meio” e “com tais pessoas vocês nem devem comer”. Temos uma ordem do próprio Deus para tratarmos de um modo visível todo aquele que “se chama de irmão e irmã” mas são sexualmente impuros, acumulam bens materiais ou são por eles motivados, aqueles que deixam o trabalho, família, recreação ou qualquer outra coisa tirar a sua atenção do Reino de Deus. (Isso é idolatria.) Nós temos uma ordenança de Deus Jeová para tratar com aquele que tem um coração crítico, que tem um falar que não edifica (secretamente, no emprego ou com amigos do mundo, pode, mas é claro  nunca "na igreja"), ou um indolente, alguém que não quer trabalhar ou um que causa divisões (1Co 5:6-13; Mt 18:15-18; 2Ts 3:6; Tt 3:10; Hb 12:14-15). Se nós declaramos ser a Igreja de Jesus Cristo, certamente não temos o direito de ignorar estas passagens simplesmente porque é traumático ou muito delicado lidar com isso, ou porque nunca vimos alguém agir dessa forma. Você não acha que Deus sabia que não seria fácil antes dEle mandar? É como Deus falou (e Ananias e Safira dão testemunho—At. 5) à Seu povo que havia um homem no meio deles escondendo a sua desobediência na tenda de propósito:

Israel pecou. Violou a aliança que eu lhe ordenei… Por isso os israelitas não conseguem resistir aos inimigos; fogem deles porque se tornaram merecedores da sua destruição… Não estarei mais com vocês, se não destruírem do meio de vocês o que foi consagrado à destruição. (Josué 7:10-26)

Aqui está a razão pelo qual tantos grupos de Cristãos agem futilmente, cumprem seus rituais religiosos e “tradições vazias que foram deixadas por nossos antepassados” ao invés na Glória de Deus. A maldição da Ausência do Poder de Deus não é por causa de pecado (certamente isto acontecerá de vez em quando), mas por causa do pecado que não é tratado face a face. (É claro que pregamos sobre o assunto, mas não tratamos honestamente com o problema). Que Deus nos dê a graça, a misericórdia, e a sabedoria para desarraigar toda fortaleza do malfeitor em cada homem, mulher e criança  e ao mesmo tempo não “esmagar a cana quebrada” e nem “amargurar a criança”.

6. Como que alguém sabe quando faz parte de uma Igreja local? No mundo religioso, a organização pode identificar seus membros pela freqüência e doações. Não é assim no Reino de Deus que “não é desse mundo”, “nem aqui nem lá”, “nem em Jerusalém ou nesse monte”, restringindo-se a horas e lugares. No Reino do Filho Amado, “o Senhor adiciona” ao nosso número. Não acontece por votação ou por solicitação de “sua carta de membro” quando se chega a uma cidade e se acha uma instituição religiosa conveniente para começar a “freqüentar” onde as pessoas crêem basicamente como seus pais crêem. Se fossemos dar para você um certificado folheado em ouro, uma placa ou se pendurássemos faixas dando as boas vindas, e tirássemos uma foto no seu “traje de domingo”, colocássemos um adesivo no vidro do seu carro, e convidássemos você para um banquete de novos membros…tudo isso não ajudaria você fazer parte da verdadeira Igreja de Jesus. Que coisa, hein?

Só pelo seu compromisso em obedecer a Palavra de Deus em cada área “secreta” de sua vida, pelo seu amor que sacrifica em serviço aos Santos, e pelas suas prioridades completamente governadas por “buscai pois em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça”, pode fazer com que você se una à Vida da Igreja. Somente pelo abandono da idolatria de um estilo de vida segura e unindo seu coração aos Propósitos de Deus na Sua Igreja local diariamente é que você pode fazer parte do Corpo de Cristo.

Esta é a mensagem que dele ouvimos e transmitimos a vocês: Deus é luz; nele não há treva alguma. Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado”. (1João 1:5-7)

É no andar juntos na luz e no que ela expõe que temos verdadeira comunhão uns com os outros. Qualquer outro tipo de “comunhão” é coisa falsificada. E no contexto de verdadeira Vida, você sempre vai se sentir como peixe fora da água se a sua vida não está ligada a Jesus e não tem um compromisso com seus irmãos e irmãs em serviço e transparência. O Seu Reino é manifestado no mundo invisível (Ef 2:4-6; 6:12; etc.). Realmente “não é desse mundo”, “nem aqui nem lá”. Conseqüentemente, a maneira de ser “bem ajustado e consolidado” ao Corpo de Cristo, é ser um em coração e vida com eles assim como você é complemente submisso a, e em amor com, o Cabeça desse Corpo, Jesus. Simples, não?

Nós reconhecemos totalmente o perigo de embarcar nessa Jornada que acabamos de apresentar resumidamente para você. Mas é GRANDIOSO. Ajunta-se a esta Aventura, não importa onde Deus te mandar geograficamente para ser equipado. Família—O tempo é curto! Por favor, sinta-se à vontade para fazer qualquer pergunta, expressar qualquer preocupação sua ou receio ou alguma outra coisa. Nós não estamos tentando “ser alguém”, só andar o mais próximo que é sobrenaturalmente possível com nosso Deus e com os outros e em conformidade ao Seu plano para o espírito e a vida visível da Sua Igreja. Ele A comprou com o Seu sangue para reinar junto com Ele em Glória. Isso significa tudo para nós e espero que seja tudo para você também. Se essa descrição nessas páginas não descreve (e aparenta, se você fosse gastar tempo conosco) a Igreja sobre qual você lê na Bíblia, então você não deve considerar esses pensamentos aqui e nem agir de acordo. Também, se você não está realmente interessado na vulnerabilidade que vem com tudo isso, então ficará muito desconfortável e tentará se esconder nas sombras quando a Luz de uma verdadeira Igreja “vai brilhando cada vez mais até se tornar dia perfeito!” E se você ama os seus “direitos”, certamente a Igreja de Jesus Cristo não é o lugar para você. Eu sei que se você não quer andar na Luz que te expõe e no “Caminho Santo”, você ainda será aceito calorosamente em muitos, muitos outros lugares que fazem coisas religiosas em Nome de Jesus, com tristes resultados a Causa de Jesus, a você e a todos nós. Qualquer que seja a sua decisão do que fazer com a sua vida, saiba que uma “igreja” que não se compromete com Jesus é a última coisa neste mundo que você vai querer se identificar se você ama Jesus e anseia por Sua Vinda. Por outro lado, se você está totalmente imergido no Trabalho de Deus ao Ele construir uma Habitação para Ele mesmo na Sua Igreja por Seus homens e mulheres, você irá crescer e brotar até que “todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo”. Não tem nada melhor do que isso!

aosseuspes.com
Portugues Languages icon
 Share icon